Hospital de Base

NOTÍCIAS

Mutirão do HB/Famerp de prevenção à doença vascular periférica atende 350 pessoas e orienta 20 a procurarem o médico

19/09/14

O 1° Mutirão de Diagnóstico da DAP, doença arterial periférica, realizado pelo Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital de Base/Famerp, foi um sucesso. Cerca de 350 pessoas com idades acima de 50 anos foram atendidas na manhã e tarde desta sexta-feira, 19 de setembro, em barracas na Praça Rui Barbosa, no centro de Rio Preto. Destas, 20 pessoas foram encaminhadas ao Ambulatório de Especialidades do Hospital de Base, pois apresentavam sintomas que indicam risco de ter a doença.
Foi o caso da aposentada Maria Aparecida Garcia Lopes, 60 anos, que descobriu ter provavelmente a doença. “Há algum tempo sinto dores nas pernas e pés, mas nunca imaginei que a doença poderia ser a causa”, afirmou ainda surpresa. 
‘’Além de diagnosticar a doença, a campanha é importante para conscientizar a população para esta doença, que na maioria dos casos, ainda passa despercebida’’, ressaltou o cirurgião vascular Daniel Miquelin, responsável pelo Serviço do HB.
Sete profissionais, entre médicos e residentes médicos atenderam a população. O médico residente em cirurgia vascular do HB Luiz Carlos Furtat se disse feliz por participar do mutirão. ‘’É importante que a população realize os exames preventivos. Quando diagnosticamos a doença precocemente, as medidas são menos invasivas, evitando até que o paciente passe por processos cirúrgicos’’.
Há, também, alguns hábitos que ajudam a retardar o avanço da doença, como parar de fumar, praticar exercícios físicos, controlar o diabetes, reduzir a pressão arterial e o colesterol.


O QUE É DOENÇA ARTERIAL PERIFÉRICA


A DAP ou doença dos membros inferiores, como também é conhecida, é um mal crônico que ocorre quando placas de gordura entopem as artérias, diminuindo assim o fluxo da corrente sanguínea para os membros inferiores do corpo, como pernas e pés. Os exames foram realizados pelos médicos e residentes do HB, que aferiram a pressão arterial dos braços e pernas dos cidadãos. Depois, foi feita uma comparação entre estas pressões, para ver se havia indícios da doença ou não. Entre os sintomas da doença podemos destacar: dormência ou fraqueza nos membros inferiores, dor nos pés ou nos dedos dos pés durante o repouso, úlceras ou feridas em membro inferior ou no pé que não cicatrizam, membros inferiores ou pés frios e alterações na cor da pele dos membros inferiores ou pés.
No mundo, estima-se que a doença atinja 30 milhões de pessoas. No Brasil, cerca de 10 a 15% da população apresenta a doença.

Veja mais notícias

Fone: 17 3201-5000 Av. Brigadeiro Faria Lima, 5544
15090-000 - São José do Rio Preto - SP
Hospital de Base © 2004 . 2012 - Todos Direitos Reservados
Intermídia Comunicação| CRIAÇÃO  DE  SITES  W3  MÍDIA