FUNFARME Hospital de Base HCM Ambulatório Hemocentro Lucy Montoro webmail
FONE 17 3201-5000
São José do Rio Preto | SP

NHE - NÚCLEO HOSPITALAR DE EPIDEMIOLOGIA

O Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE) é o setor responsável pelo planejamento e execução das ações de epidemiologia hospitalar, incluindo a vigilância epidemiológica das doenças de notificação compulsória e outros fatos de interesse para a saúde pública, ou seja é o serviço do hospital responsável pela vigilância permanente dos problemas de saúde que podem por em risco a saúde da população.

O NHE também realiza a Epidemiologia Hospitalar, que é a coleta, análise e interpretação continuada e sistemática de dados de saúde do hospital essenciais para o planejamento, implementação de práticas integradas à disseminação desta informação em tempo adequado aos que precisam conhecê-la. Têm como principal objetivo a vigilância das doenças de notificação compulsória (DNC).

O que são as DNC?

As DNC são assim designadas por constarem da Lista de Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC) em âmbito mundial, nacional, estadual e municipal. São doenças cuja gravidade, magnitude, transcendência, capacidade de disseminação do agente causador e potencial de causar surtos e epidemias exigem medidas eficazes para a sua prevenção e controle.

O NHE acompanha o perfil de morbi-mortalidade da população atendida, o que possibilita apoiar o planejamento do Serviço e do Sistema de Saúde. Conhecer as DNC é primordial para o desencadeamento das ações de controle.

- Estimar a magnitude de um problema de saúde na população

- Descrever a história natural da doença

- Detectar epidemias

- Descrever a distribuição e disseminação de eventos de saúde

- Testar hipóteses etiológicas

- Avaliar estratégias de controle

- Monitorar mudanças nos agentes infecciosos

Atribuições dos NHE:

- Vigilância Epidemiológica das DNC, DANTS (Doenças e Agravos Não Transmissíveis) e agravos inusitados

- Elaboração de normas e rotinas técnico- operacionais, visando a detecção, prevenção e controle dessas doenças e agravos

- Capacitação dos colaboradores, no que diz respeito a VE

- Realizar notificação e investigação de: agravo inusitado à saúde e de surtos e suspeita de problema de saúde de notificação compulsória.

O NHE participa do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica em Âmbito Hospitalar (SNVEAH)), segundo a Portaria no 2.529 de 23 de novembro de 2004, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde(SVS/MS).

O NHE pode desenvolver ações de vigilância epidemiológica relacionadas a outros agravos de acordo com as necessidades loco-regionais.

Em que o NHE beneficia o cidadão?

O ambiente hospitalar é uma fonte importante para a notificação de DNC e outros agravos de interesse para a Saúde Pública, pois presta atendimento na maioria dos casos destas doenças. Os pacientes com doenças de manifestações graves, em especial as emergentes, geralmente tem o hospital como porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS). A informação de agravos de notificação imediata, às unidades de saúde, possibilita a implementação de medidas de controle junto à população e a interrupção da cadeia de transmissão dessas doenças.

Desde quando o NHE existe?

Desde julho de 1991 pelo Termo de Cooperação Técnica entre a Secretaria de Estado de Saúde e a Fundação Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio Preto. Recentemente, pela Portaria nº 2529 (23/11/04) que instituiu o Subsistema Nacional de Vigilância Epidemiológica em Âmbito Hospitalar passa a fazer parte deste Subsistema.

Publicações

Fone: 17 3201-5000 Av. Brigadeiro Faria Lima, 5544
15090-000 - São José do Rio Preto - SP
Hospital de Base © 2004 . 2016 - Todos Direitos Reservados
CRIAÇÃO DE SITES W3 MÍDIA